É uma acomodação tradicional japonesa, um lugar onde se pode experienciar diretamente a cultura japonesa.

Porque se hospedar num “ryokan”?

Ao visitar o Japão, ao menos uma noite você precisa passar num “ryokan”, porque não há outro lugar onde se possa viver tão intensamente a milenar cultura japonesa.

Este tipo de hospedaria vem atraindo muita curiosidade nos visitantes que buscam imersão na cultura, estilo e gastronomia japonesa. Toda estrutura é típica e personalizada, fazendo com que você se sinta um japonês. Não perca a oportunidade de dormir num “futon”, experimentar o “sousaku ryori” (comida típica japonesa com toque original), tomar banho no “onsen” (termas) e viver a maravilhosa experiência de mergulhar na cultura milenar do Japão.

Um dia no “ryokan”

O check-in da pousada é à partir das 15h. Recomendamos que se faça o check-in cedo para aproveitar ao máximo a hospedagem. Você será recebido com a singular hospitalidade japonesa. O atendimento da pousada é feito praticamente só por mulheres, sendo que a gerente é chamada de “okami”. Os poucos funcionários masculinos só trabalham nos bastidores.

Só de colocar os pés no “ryokan” você se sentirá mergulhado na cultura japonesa. A recepcionista acompanhará até o quarto e lhe entregará a chave.

Muitas destas pousadas oferecem quartos com camas (estilo ocidental), além dos quartos orientais mas recomendamos a segunda opção para que você experimente dormir no “futon”. Geralmente os quartos estão divididos por portas corrediças: uma área de banho (ducha e banheira separada do banheiro), uma pequena sala com armário onde se encontram as roupas que podem ser usadas durante a estadia (“yukata”, “haori” e meias para o “geta”) e o ambiente principal que é uma sala com mesa baixa e cadeiras japonesas. Este recinto posteriormente se transformará no seu dormitório onde o “futon” será estendido no piso na hora de dormir e será retirado de manhã pela encarregada chamada “nakai-san” (responsável pela orientação e coordenação dos hóspedes, com quem se combina o horário das refeições, etc.). Ela trará também o chá quente para você saborear junto com os doces japoneses que estarão disponíveis sobre a mesa.

img_4593

Ela dará todos os detalhes sobre as instalações do “ryokan” e se for necessário auxiliará a vestir corretamente o “yukata” (vestimenta tradicional japonesa que é como um uniforme dentro do “ryokan”). Neste momento serão combinados os horários do jantar e do café-da-manhã.

Assim que estiver vestido com o “yukata”, sentindo-se um verdadeiro japonês, aproveite para conhecer o interior do “ryokan”, antes de se dirigir para as termas.

Desfrute os banhos termais enquanto o dia ainda está claro para poder apreciar as paisagens. Posso garantir que será um momento inesquecível.

Sobre a etiqueta para utilizar as termas, falaremos com detalhes em outra oportunidade, mas as regras básicas são as seguintes:

  • Antes de entrar na terma, você deve lavar o corpo e os cabelos. Quem tem cabelos longos deve mantê-los presos.
  • Não se deve entrar com a toalha dentro da terma.

onsen-pic

Após o banho termal, no tempinho que sobra antes do jantar, aproveite para conhecer o jardim japonês da pousada, passear pela cidade ou curtir a paisagem da janela do seu quarto, tomando uma cervejinha. Um momento relaxante para o corpo e a alma. As pousadas emprestam gratuitamente os tamancos e a sombrinha típica para os hóspedes que querem passear vestidos com o “yukata”.

No horário combinado com a “nakai-san”, o jantar será servido. Normalmente as pousadas servem as refeições entre 17h30 e 19h30, no próprio quarto ou em salas privadas (Em pousadas mais econômicas o jantar pode ser servido em refeitórios coletivos).

O jantar servido no “ryokan” é o “sousaku ryori”, culinária japonesa tradicional original. A refeição é completa, sendo servida por ordem, da entrada até a sobremesa. Bebidas em geral devem ser pagas à parte, no momento do check-out.

cena-colage

O “ryokan”  procura atender às solicitações de alterações no cardápio de acordo com sua necessidade, problemas de alergia, restrições religiosas, etc. Para isso, o pedido deve ser feito com no mínimo 10 dias de antecedência.

Regressando ao seu quarto depois do jantar, o “futon” já estará estendido (exceto nos quartos ocidentais com cama) e haverá ao lado, o “yukata” com o qual você deve se vestir para dormir. Não há experiência mais transcultural que dormir num “futon”!

img_4721

No dia seguinte, acorde cedo e entre nas termas novamente. Aproveitar a água quentinha numa manhã de ar limpo é o máximo!
O café da manhã geralmente é servido no salão ou refeitório junto com outros hóspedes.
Pode ser buffet ou cardápio definido, mas de qualquer forma, será uma refeição oriental deliciosa, feita com ingredientes locais.

desayuno

Se quiser comer no próprio quarto, a funcionária virá recolher o “futon”, 10 minutos antes do horário combinado, então acorde antes disso.
Se exagerar no café da manhã e sentir sono, durma novamente no “tatami” (piso tradicional japonês). Mas não exagere pois o horário do check-out é às 10h.

Informe se consumiu bebidas do frigobar do quarto e acerte junto com valor das bebidas consumidas na refeição.
Assim como na chegada, os funcionários da pousada se despedirão com toda cordialidade.
Com certeza, você vai querer voltar!

Os preços 

O preço da hospedagem é mais alto do que um hotel, mas há motivos para isso.

A diária do “ryokan” é por pessoa e o valor varia de acordo com o número de hóspedes por quarto (2 a 5 pessoas), com preços que variam de U$150 para o padrão normal a U$500 para o padrão luxuoso. Eu tive oportunidade de hospedar-me e recomendo um “ryokan” com custo entre U$200 e U$300, sendo que quanto maior o número de pessoas por quarto, menor será o preço.

Você pode pensar: “Por que pagar mais caro do que um hotel?” Mas além do serviço de hospedagem, a diária da pousada inclui um requintado jantar e um café da manhã de comida japonesa completos.

Para se ter uma ideia, nos restaurantes de Tokyo, uma refeição japonesa completa semelhante à servida na pousada custa mais de U$100. E o café da manhã sai por volta de U$25.

Além disso a pousada tem outros atrativos: termas, ambiente típico japonês, paisagens naturais, atendimento personalizado e a oportunidade de viver uma experiência cultural única! Pensando no custo/benefício, vale a pena!

Mesmo que você tenha que economizar cortando custos de hotéis e refeições em Tokyo ou Osaka, não deixe de viver esta experiência.

=======================================================================================

A seguir, falaremos de um das nossas acomodações preferidas de Hakone:

Senkyoro (仙郷楼) img_4445

“Ryokan” secular, localizado no meio das montanhas do povoado de Hakone, que oferece uma experiência cultural inesquecível, uma deslumbrante paisagem da serra no outono e toda beleza da natureza ao redor.

img_5447

Possui quartos ao estilo japonês (“futon”) e ao estilo ocidental (cama) que acomodam de 2 a 5 pessoas cada, decorados de forma simples mas sofisticada.

img_4510

Oferece também quartos com termas privadas em seu interior.

ofuro-cuarto

Recomendamos Sekyoro pelos seguintes motivos:
  • Os funcionários estão habituados com turistas estrangeiros e entendem inglês.
  • Possui termas com propriedades medicinais ao ar livre.

img_5371

  • Oferece excelente gastronomia japonesa.

img_4655

img_4694

  • Dispõe de bar e karaoke dentro do estabelecimento.

img_4706

Senkyoro é um “ryokan” onde se pode desconectar do agitado e congestionado ritmo de vida das grandes cidades como Tokyo, Osaka e Nagoya e onde com certeza, você vai querer regressar quando tiver oportunidade.

img_5442

Edição e fotos: Andrea Nakasone
Tradução: Edna Sato
GUIA DO JAPÃO- www.guiadojapao.com
O seu guia de viagem no japao, operado pela Earth Design Co.
Agência de Viagens e Operadora de turismo no Japão.